Tumblr, na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, até que o limite de post nos separe.

Feche os olhos e pergunte a si mesmo, se vale a pena.

Algo em você faz com que eu me importe.
Haphazard

Odeio o tipo de gente que tenta diminuir as pessoas na presença de outras só para chamar atenção.

pq ate a maria vai com as outras e você ta ai sozinho

Eu sou assim: Uma mistura de doce com amargo, sou mistura de exageros com vazio, meu humor é confundindo com minha bipolaridade. Sou muito complexa, melancólica, sensível, enjoativa, confusa, paranóica, mas posso ser fácil, posso, no entanto uma dificuldade a mais sempre cai bem seja lá qual for a ocasião. Eu choro, choro, choro muito, daí no outro dia eu acordo nem lembrando mais do que houve. Eu sou o calor, como também sou o frio, eu sou menina, como também sou mulher, eu vivo tentando aprender e vivo querendo simplesmente viver. Odeio filmes de terror, porém quando coloca fé, eu tô lá vidrada assistindo um filme de terror qualquer. Eu choro por qualquer besteira e rio do nada. Eu gosto de livros, entretanto odeio filmes dos livros. Eu não durmo, eu hiberno. Eu amo romantismo, mas não abro mão de uma coisa mais saliente, digamos. Eu não sou fria, eu sou uma iceberg que só espera a chegada de um certo alguém para descongelar. Eu tenho expectativas. Hoje eu sorrio, mas amanhã eu não sei. Eu sofro calada. Eu sou patética. Eu sou eu. Eu não sei ser eu. Não tente me julgar e idealizar algo fora do meu contexto, sou um erro. Me decifre, me desvende, me descubra, pois cansei de tentar me achar para no fim entre laços, nó, emaranhados e quedas, eu ter me perdido.
Nevarias. 

Já parou pra pensar no que poderia acontecer se você dissesse o que pensa de verdade?